Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Bernardo

Vamos morrendo com a morte dos outros de quem especialmente gostamos. Passaram só umas horas desde a chegada da brutal notícia, mas são já insuportáveis as saudades sentidas na certeza de não mais vivenciar pessoalmente a força romântica e sedutora que brotava das entranhas do Bernardo, os entusiasmos, as paixões, a bondade simples e a exuberante generosidade que se misturavam com toda essa hipersensibilidade romântica que projetou na boa música a todos legada. Homenagem ao meu querido Primo Bernardo Sassetti no dia em que tão prematuramente nos deixou. João Maria de Feitas Branco

1 comentário:

  1. Músico e Homem, perdem-se dois enormes, numa só morte.

    Que má sorte...

    ResponderEliminar